Herveiras sedia I Conferência da Criança e Adolescente

Publicado em 22/10/2018, Por: Diuliane Oliveira

Herveiras sedia I Conferência da Criança e Adolescente

 

No último dia 16 de outubro ocorreu no município de Herveiras, nas dependências da Comunidade Evangélica Cristo de Herveiras, a I Conferência da Criança e do Adolescente, a qual tevecomo temática: “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências”.O COMDICA, que atualmente é presidido pela senhora Salete Faber, assistente social do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, contou com o apoio da Prefeitura Municipal, através das Secretarias da Saúde e Assistência Social e Educação Desporto e Cultura, Conselho Tutelar e Comunidade Evangélica Cristo de Herveiras para que fosse possível a realização do evento. A abertura oficial, que ocorreu às 8h00min com a presença de autoridades locais, foi realizada pelas alunas do nono ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Mauricio Cardoso, Monica Padilha e Raiane Silveira, sob a coordenação da professora Aline Voese.

Desde a formação da comissão organizadora do eventofora destacada a importânciada participação das crianças e dos adolescentes, já que este é um evento voltado justamente para debater temas relacionados à eles. Desta forma eles exerceram importante protagonismo durante todo o evento. A EMEF Maurício Cardoso, através de seus jovens estudantes, apresentou o projeto “E se fosse com você” e também projeto“Semeado Sonhos” da Cooperativa Escolar lá existente. Já a Escola Estadual Emílio Alves Nunesapresentou o projeto “Eu me amo eu me cuido”. Merece destaque o engajamento e participação das crianças e adolescentes, tanto da rede estadual como da municipal de Herveiras,exemplo disso foram os trabalhos por eles apresentado no decorrer do dia.

A palestrante do dia a Assistente Social Marta Von Dentz foi muito reflexiva eoportunizou um debate para aprovação das propostas finais. As atividades então se encerraram após ocorrer a eleição dos delegados, os quais sejam dois adolescentes, dois membro do Conselho Tutelar e dois membros do COMDICA, que no próximo ano irão levar estas propostas para serem discutidas a nível de estado e posteriormente a nível nacional.