CRAS NA MATURIDADE

Publicado em 25/08/2017, Por: Diuliane Oliveira

CRAS NA MATURIDADE

Com o objetivo de desenvolver  atividades que permitam uma aproximação e interesse da comunidade, a Coordenadora e sua equipe, em parceria com a Psicóloga Isabel Vargas Witczak, integrante do Grupo de Estudos Pesquisa e Extensão em Gerontologia da Universidade Federal de Santa Maria/UFSM promoverão através do Projeto “Encontro, Cinema e Pipoca”, o incentivo  a socialização dos idosos através de sessões de cinema, com temas relacionados ao envelhecimento, e  assim, integrá-los ao lazer resgatando  valores,  autonomia e uma melhor compreensão da velhice.

A realização do projeto garante mais uma forma de integrar esse público ao lazer e a reflexão sobre o seu próprio envelhecer.  A perspectiva da longevidade dos indivíduos decorre do sucesso de conquistas no campo social e da saúde. O envelhecimento como um processo, representa novas demandas de serviços, benefícios e atenções que se constituem em desafios para governantes e para a sociedade presente e do futuro. E o compromisso da assistência às pessoas idosas é desenvolver a dignidade e promover a saúde em sua conceituação ampla, por meio de atividades compatíveis com suas necessidades e limitações e a compreensão dessas políticas públicas direcionadas aos idosos é essencial. Sendo assim, defini-se e elabora os programas, projetos e pesquisas de implementação dos direitos fundamentais definidos no Estatuto do Idoso, que em seus artigos  contempla o direito à cidadania, vida, saúde, assistência social, previdência, transporte, educação, cultura, lazer, seguridade social, liberdade, respeito, dignidade, alimentação, profissionalização, trabalho, habitação, proteção, atendimento, acesso à justiça.

O projeto vem com a proposta de propor ações que envolvam cada vez mais nossos idosos de forma ativa e saudável em atividades de cunho social, cultural e integrativo de acordo com as políticas públicas vigentes em nosso País.

A primeira sessão de cinema será no dia 26 de setembro, a partir das 13h 30 min ás 16 horas, na Câmara de Vereadores e os temas propostos foram indicados por estudiosos do envelhecimento  pertencentes ao grupo de estudos da UFSM.